INFLUENZA: Cresce procura por vacinas em Mato Grosso

18 de Abril de 2018 – A procura pelas doses da vacina contra a gripe H1N1 e H3N2 aumentou em Mato Grosso. As clínicas particulares de Cuiabá estão distribuindo cerca de mil doses semanais. Aproximadamente 42 casos suspeitos da influenza A estão sendo investigados.

De acordo com o levantamento, desse total, estão em acompanhamento e sob a investigação 21 casos suspeitos de gripe influenza com o vírus H3N2, que já circulou nos Estados Unidos e agora está no Brasil.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), oito pessoas morreram vítimas da doença, sendo uma delas causada pela gripe H1N1.

A pediatra Sandra Torquato, que atende em uma clínica particular, explicou que a procura pela vacina contra o vírus H3N2 aumentou. Ela explicou que cerca de mil doses foram distribuídas e um novo lote com 400 doses da vacina acabou em 5 horas.

“A demanda está tão grande, que no mesmo dia todas as doses estão sendo utilizadas”, disse.

O Ministério da Saúde deverá realizar campanha nacional de vacinação a partir do dia 23 de abril e o “Dia D” será no dia 12 de maio. As vacinas somente estarão disponíveis a partir do dia 23 deste mês.

A vacinação terá como público prioritário idosos, crianças com até cinco anos de idade, gestantes e profissionais da saúde e da educação. A vacina é aplicada em dose única e combate três vírus diferentes da gripe influenza, além de prevenir a doença.

A patologista clínica e pediatra, Natasha Slhessarenko, explicou que a vacinação deve ser realizada anualmente, devido às mutações dos vírus da gripe.

“Os vírus sofrem muitas mutações, então é importante que o paciente renove a vacina”, afirmou.

Os principais sintomas da gripe H3N2 são febre alta, coriza, dores no corpo e tosse seca. O quadro pode ser agressivo em idosos, crianças e pessoas com doenças crônicas. A vacinação é uma das principais defesas contra o vírus.

O Ministério da Saúde orienta a população a adotar cuidados simples para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

Por Leandro Maia
Fonte: TVCA

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *